sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Arte Poética / Inconfidências Do Verso * Antonio Cabral Filho - RJ





Antonio Cabral Filho



Letras Taquarenses Edições

Rio de Janeiro 2015

*


Arte Poética

Era um domingo tépido,
Sem apetrechos nem delongas,
Mas o sol, ah, o sol,
O sol se fez presente
E todos abriram janelas.

*


Sobre...

Inconfidências Do Verso
nasce da militância do autor durante os últimos anos nas mais variadas formas de publicações literárias; sejam impressas ou virtuais, nacionais e estrangeiras, envolvendo desde o Caderno Literário Pragmatha, editado por Sandra Veroneze, no RS, Gente de Palavra, dirigido pela equipe encabeçada por Renato de Matos Mota, também no RS, Letras Santiaguense, dirigido por Auri Antonio Sudati e Zé Lir Madalosso, idem RS, Antologias Logos, editadas em Lisboa - PT, pela escritora Carmo Vasconcelos e Henrique Ramalho, Varal do Brasil, editado em Genebra - Suiça, pela ilustre Jacqueline Aisenman, Literarte-SP, editado em SP pelo poeta e jornalista Arlindo Nóbrega, Revista Cabeça Ativa, editada em São Vicente - SP, pela equipe Claudia Brino / Vieira Vivo, Prisma Cultural, Rondônia, editado pelo nobre amigo Selmo Vasconcelos, jornal O Capital, editado a partir de Aracaju - SE, pela estimada Ilma Fontes e jornal O Boêmio, de Matão - SP, do guerreiro iluminado Eduardo Waack.

Sei que cometi injustiças com esta lista de publicações, mas estas são as que mais me promoveram nestes últimos cinco anos. Como não vai dar para citar cada uma junto ao referido poema nela publicado, deixo este registro apenas como uma forma de gratidão a todos e tantos amigos que têm me ajudado na divulgação do meu trabalho. 

Outro detalhe que desejo ressaltar em relação ao livro, é a independência entre os poemas. Daí o título. Ele é expressão exata da inexistência de qualquer conexão entre um poema e outro, pois são fruto da minha relação com os eventos literários de cada editoria. Assim, se me chega uma proposta de publicação com um tema definido, não demoro a criar o texto de acordo com suas diretrizes. É uma forma de participação que muito me agrada, pois eu gosto desse tipo de provocação e aceito o desafio. 
Isso tem vantagens e prejuízos, ou seja, se não tomar cuidado, acaba-se na mania de "compor", simplesmente "compor", sem levar em conta aspectos literários, arte poética, fundo e forma etc. As vantagens são a capacidade de enfrentar as surpresas, de habilitar o poeta a escrever como quem improvisa. Isso é bom porque desvenda o universo da pessoa-escritor e os assuntos-temas tornam-se seus "parceiros".

O livro reúne 50 poemas, em sua maioria, versos livres; há um soneto e alguns poemas - piadas, mas muito mais com a intensão de torná-lo misto, sem essa de isto ou aquilo; pois prefiro o TUDO/TODO do que ficar naquela de lado A x lado B...

Conto com a prestimosa ajuda d@s amig@s/leitor@s quanto a quaisquer deslizes, pois editar não é nada fácil; reviso o tempo todo e quando menos espero, tropeço nos erros, ora de grafia ora de concordância e às vezes, de exatidão das idéias em exposição.

A tod@s, deixo o meu sincero abraço e a certeza de uma nova jornada!

sábado, 7 de novembro de 2015

Caderno Literário Pragmatha - Abril 2015 Nº 68 * Antonio Cabral Filho - RJ

Caderno Literário Pragmatha Nº 68
Abril 2015 - Editora
Sandra Veroneze - RS
http://pt.slideshare.net/antoniocabralfilho/caderno-literario-pragmatha-n-68-abril-de-2015-antonio-cabral-filho-rj 
***

quinta-feira, 2 de abril de 2015

PARTO RELÂMPAGO / Versos Inconfidentes * Antonio Cabral Filho - Rj

VERSOS INCONFIDENTES 
PARTO RELÂMPAGO

Casalzinho namorando no portão,
o clima subindo, altos beijos, 
suores vindo à tona,

de repente a menina solta gritos,
gemidos, urros de dores
vindas das profundezas d'alma

a ponto de o pobre ficar perdido,
sem saber se a pega nos braços,
se a leva para a varanda da casa,

mas de repente ela abre a bolsa
e põe-se a revirar tudo em busca
de alguma solução, talvez um remédio,

e quando menos se espera, pega
uma folha de papel e um lápis de baton
e faz anotações nervosas aos rabiscos.

E ao perguntar-lhe o que houve,
como está se sentindo, se é gravidez,
obtem a resposta, entre dentes:

- Acaba de nascer um poema! 

*** 

terça-feira, 31 de março de 2015

quarta-feira, 4 de março de 2015

VERSOS INCONFIDENTES * Antonio Cabral Filho - RJ

Editora Pragmatha
Caderno Literário Pragmatha Nº 65 
Janeiro 2015 Editora:
Sandra Veroneze - RS
http://www.cadernoliterario.com.br/ 
*
Caderno Literário Pragmatha / Antonio Cabral Filho - RJ
http://www.cadernoliterario.com.br/autores/585-Antonio-Cabral 
*
Caderno Literário Pragmatha On Calaméo
Antonio Cabral Filho - RJ
http://pt.calameo.com/read/0018930732eab39539250 
***